Can-Am recebe quatro troféus no Prêmio Guidão de Ouro 2015

Marca canadense conquista todas as categorias direcionadas a quadriciclos e UTVs na premiação, que reuniu os detaques da temporada 2014.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Celestino Flaire

A Can-Am recebeu na noite desta quarta-feira, em São Paulo (SP), os quatro troféus conquistados no Prêmio Guidão de Ouro 2015. O evento, que completou 10 edições, é promovido pela Adrenal Editora, responsável pela Revista Dirt Action. Foram premiados os destaques da temporada 2014 eleitos pelo público fã do segmento off-road.

A marca canadense dominou todas as categorias direcionadas a quadriciclos e UTVs. Conquistou os títulos de Melhor ATV com o Renegade 1000 Xxc e de Melhor UTV com o Maverick MAX X rs 1000R. Os pilotos da equipe Can-Am também foram destaques e levaram troféus: Gabriel Varela foi o Melhor Piloto de ATV e Bruno Sperancini e o navegador Lourival Roldan, os destaques entre os competidores de UTV.

A votação foi realizada no site da Revista Dirt Action e a Can-Am liderou os índices do início ao fim. Este foi o segundo ano que a premiação destacou os melhores ATVs e UTVs eleitos pelo público, sendo que as categorias para os pilotos destes veículos foram criadas em 2015. A marca canadense já havia levado o troféu para quadris com o Can-Am Outlander 1000 X mr, no Guidão de Ouro 2014, e agora amplia seu domínio com o destaque entre os UTVs e o reconhecimento de seus pilotos oficiais.

“Estes troféus mostram o reconhecimento do público sobre a qualidade e o desempenho dos nossos produtos no cenário off-road”, comentou Fernando Alves, gerente da operação BRP no Brasil, empresa responsável pelas máquinas da Can-Am. “A BRP é muito competitiva e respeita a concorrência. A empresa trabalha valorizando a inovação e a excelência, sempre em busca de um lugar especial no pódio”, continuou.

E por falar em pódio, a Can-Am tem sido presença constante nas principais competições off-road, representada tanto pelos pilotos da equipe oficial quanto pelos consumidores de seus produtos. Na temporada 2014, a marca conquistou muitos títulos, com destaque para a dobradinha do paulista Gabriel Varela no Brasileiro de Rally Cross Country e no Brasileiro de Rally Baja a bordo do quadriciclo Renegade 1000 Xxc.

A temporada passada também teve comemorações nas disputas entre os UTVs. O mineiro Bruno Sperancini conquistou o quarto título brasileiro de Rally Cross Country de sua carreira, o terceiro consecutivo de UTV (com o Maverick MAX X rs 1000R). A família Can-Am Maverick ainda confirmou o bicampeonato na principal competição off-road do país, o Rally dos Sertões, com a dupla Vinícius Mota/Rafael Shimuk.

“A Can-Am mostrou na prática a qualidade e a tecnologia de seus produtos e ainda investiu em ações sociais e de apoio ao esporte nos bastidores dos eventos. Outro ponto que certamente fez diferença na votação popular foi a ampla rede de concessionárias da marca em solo nacional, a qual está sempre em crescimento e garante o melhor suporte”, concluiu Fernando Alves.

Publicado em CAN-AM, Rally Cross Country Com a tag , , , , , , , , |

Briga esquenta entre os UTVs do Cearense de Rally de Regularidade

Pedro Barroso vence segunda etapa e assume liderança, seguido pelo irmão Lucas; Dupla da Terrabella Racing acelera com o Can-Am Maverick Xds Turbo.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Divulgação

A briga está quente entre os UTVs do Campeonato Cearense de Rally de Regularidade. Pedro Barroso e o navegador Kamilo Barbosa venceram a segunda etapa, realizada neste sábado (dia 23) em Aquiraz-CE, e assumiram a liderança da classe Graduados. Irmão de Pedro, o atual campeão Lucas Barroso está na segunda posição da tabela com o navegador Lauro Sobreira. A dupla da equipe Terrabella Racing acelera a bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo.

A chuva que caiu na região tornou a disputa em Aquiraz atípica para os competidores. Estiveram presentes 22 UTVs, e a Terrabella Racing conquistou sete dos 10 troféus disponíveis na etapa. A equipe dominou o pódio da Graduados, com Pedro Barroso / Kamilo Barbosa em primeiro lugar, Rafael Braga / Helder Vasconcelos em terceiro, Lucas Barroso / Lauro Sobreira em quarto e Rodrigo de Carvalho / João Neto em quinto.
Na Estreante, a Terrabella Racing também venceu com Ricardo Carneiro e Hyung Barreto. Outros destaques foram Cláudio Cavalcanti / Isaac Saraiva, na quarta colocação, e Eder Tavares / Arthur Lima em quinto lugar do pódio. Todos competiram com o Can-Am Maverick Xds Turbo, com exceção de Eder Tavares, que pilotou o Can-Am Maverick Xds Aspirado. “A segunda etapa do Cearense foi ótima e o número de UTVs continua crescendo. Já temos um grid mais do que considerável”, analisou Pedro Barroso.

“A prova teve muitas disputas e até chuva. É uma grande novidade para nós ter água no caminho, o que ajudou para que o nível ficasse ainda mais técnico. O Can-Am Maverick Xds Turbo e o entrosamento com o Kamilo na navegação foram muito importantes para a vitória ”, continuou o piloto, ressaltando que seu parceiro é bicampeão cearense de quadriciclo.

Na briga pelo bicampeonato, Lucas Barroso acredita que ainda há muito por vir. “O Cearense tem mais quatro etapas, ou seja, muita coisa ainda vai acontecer. Acredito que o título será definido apenas no final, com alguns pilotos na disputa direta”, comentou. “Fico feliz pelo meu irmão ter assumido a liderança, a competição entre nós é bem saudável. A gente torce um pelo outro e vive se ajudando”, concluiu. A terceira etapa do Cearense de Rally de Regularidade está marcada para o dia 4 de julho.

Publicado em CAN-AM, Rally Cross Country Com a tag , , , , , |

Expedição revela as belezas da Serra do Gandarela, em Minas Gerais

Grupo formado por 13 quadriciclos e um UTV vive momentos únicos na região, situada a 40 quilômetros de Belo Horizonte.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Valentino Luchesi

Trilhas exuberantes, cachoeiras, rios e paisagens de tirar o fôlego. A Serra do Gandarela, a apenas 40 quilômetros de Belo Horizonte, capital mineira, é perfeita para os que valorizam o contato direto com a natureza. A bordo de 13 quadriciclos e um UTV, um grupo aproveitou momentos únicos desta experiência.

A expedição foi realizada no último sábado (23 de maio) e incluiu 130 quilômetros de muita aventura. A organização ficou por conta da Minas Adventure Tour, com o apoio da Quadrijet, concessária dos produtos da BRP – o que inclui os quadriciclos e UTVs da Can-Am.

“Saímos do Alphaville de Nova Lima, onde está localizada uma unidade da Quadrijet, e passamos por Rio Acima e pelo vilarejo Mutuca. O final do roteiro foi em Barão do Cocais, onde pernoitamos na Pousada das Cores. Fizemos o percurso em sete horas”, contou Neander Gualberto, da Minas Adventure Tour.

“O passeio teve show de visual, muitas trilhas, cachoeiras e ótimas companhias. Os participantes ficaram extasiados com a exuberância da natureza que encontramos no caminho, principalmente na Serra do Gandarela. Todos comentaram que foi um passeio marcante em suas vidas”, concluiu.

Para obter mais informações sobre os eventos promovidos pela Quadrijet, os interessados devem entrar em contato pelos telefones (31) 3581-3007 e (31) 3517-9740. O site da concessionária da BRP é www.quadrijet.com.br .

Publicado em CAN-AM Com a tag , , |

Can-Am renova patrocínio às provas de rali da Arena Eventos

Marca canadense investe no esporte e nas ações sociais; Calendário contempla etapas do Campeonato Brasileiro.
Fonte: Mundo Press

Crédito: Idario Café/Mundo Press

A Can-Am renovou o patrocínio às provas de rali organizadas pela Arena Eventos. Além do investimento no esporte, a marca canadense fabricante de quadriciclos e UTVs dará suporte às ações sociais realizadas paralelamente às competições, nas comunidades que recebem as disputas. A parceria inclui o Rally Cuesta Off-Road e o Baja Jalapão 500, as próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. O Rally Serra Azul e o Rally Rota Sudeste completam o calendário 2015.

“A Can-Am acredita que o seu compromisso vai além de fabricar os melhores quadriciclos e UTVs para o segmento off-road”, afirmou Adilson Greco Gaspar, coordenador de marketing da BRP Brasil, responsável pela Can-Am. “O patrocínio a pilotos e eventos é fundamental para o desenvolvimento do esporte, e ainda traz informações valiosas sobre a qualidade e a segurança dos veículos desenvolvidos pela marca”, explicou.

As ações sociais são outro ponto importante para a Can-Am. “As iniciativas que beneficiam as comunidades que recebem as provas são uma forma de oferecer algo especial em troca. Este é o segundo ano da parceria com a Arena Eventos e acreditamos que será uma temporada de muito sucesso”, continuou Gaspar.

Henrique Arena, diretor da Arena Eventos, também está otimista. “Acredito que a renovação deste contrato comprova que o rali pode ser um esporte viável para as empresas investirem. Basta fazer um trabalho sério e com responsabilidade. Nosso compromisso com a Can-Am aumenta ainda mais este ano, já que estamos com a parceria confirmada nas etapas que organizarmos no Campeonato Brasileiro, concluiu.

Calendário Arena Eventos 2015:
12 a 14 de junho -
Rally Cuesta Off-Road em Botucatu (SP) – Etapa do Brasileiro de Rally Baja
3 a 5 de julho - Baja Jalapão 500, na região do Jalapão, Tocantins – Etapa do Brasileiro de Rally Baja
11 a 13 de setembro - Rally Serra Azul (local a definir)
6 a 8 de novembro – Rally Rota Sudeste (local a definir)

Publicado em CAN-AM Com a tag , , |

Quadriciclos e UTVs exploram paisagens serranas na divisa de RJ e MG

Grupo aproveita belezas naturais e baixas temperaturas dos arredores de Visconde de Mauá, em Resende (RJ).
Fonte: Mundo Press

Crédito: Quadricenter

Os quadriciclos e UTVs são ótimas pedidas para acelerar ao ar livre em todas as estações do ano. Cada vez mais, os fãs do off-road têm descoberto este prazer e organizado passeios por diversas regiões do país, com destaque para um grupo assíduo de Niterói, no Rio de Janeiro. A aventura mais recente foi nos arredores de Visconde de Mauá, em Resende, cidade serrana do sul do Rio de Janeiro que faz divisa com o Estado de Minas Gerais.

“O grupo está sempre junto e em busca de novos roteiros”, explicou Leonardo Lattanzi, da Quadricenter, concessionária dos produtos BRP em Niterói, o que inclui as máquinas off-road da Can-Am. O passeio pela região de Visconde de Mauá foi realizado no último sábado (16 de maio) e reuniu 40 quadriciclos e dois UTVs. Os atrativos foram as belezas naturais e paisagens do local, assim como as baixas temperaturas.

“Rodamos 140 quilômetros por estradas de terra e trilhas. O roteiro passou pelo lado de Minas Gerais, por lugares como Mirantão, em Bocaina de Minas, e teve muitas cachoeiras e rios. No final do dia, houve um churrasco de confraternização para os participantes. O grupo gostou bastante da experiência e já combinou outro passeio pela região, em outubro”, explicou Lattanzi.

Antes disso, os mais aventureiros terão outro compromisso. “Vamos fazer uma expedição de uma semana pelo Pantanal, no início de junho. Serão 15 quadriciclos e o percurso começa em Campo Grande e termina em Bonito, no Mato Grosso do Sul”, concluiu. Os interessados em participar dos eventos promovidos pela Quadricenter devem entrar em contato pelos telefones 21 2608-2290 e 21 2709-3157.

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , |

Rally Cuesta Off-Road: equipes usarão disputa para testes finais para o Rally dos Sertões

Equipes terão como base a experiência em provas anteriores para brigar pela vitória na 9ª edição da tradicional prova do centro-oeste paulista.
Fonte: Sig Comunicação

Crédito: Idario Café

O Rally Cuesta Off-Road já se firmou no calendário do off-road nacional. Faltando pouco mais de 20 dias para a largada da 9ª edição, pilotos e navegadores inscritos no rali fazem contagem regressiva para a competição. A prova reúne em Botucatu (SP) entre os dias 12 e 14 de junho as modalidades motos, quadriciclos, UTVs, carros e caminhões em uma disputa que promete levantar muita poeira no centro-oeste paulista.

Última disputa antes do Rally dos Sertões, a prova valerá pela 3ª e 4 ª etapa do Brasileiro de Cross Country, além de contar pontos para o Brasileiro de Baja (5ª e 6ª etapas). Entre os carros, muitas equipes estão preparadas para brigar por preciosos pontos na disputa e utilizar o certame para testar os equipamentos para o maior evento das Américas. O percurso terá aproximadamente 352 quilômetros (para carros e caminhões), em duas etapas – sábado e domingo, passando pela Serra da Cuesta.

Entre as características estão um roteiro de alto nível técnico, que prometem muita adrenalina aos competidores. Piso arenoso, área mais descampadas, trechos de serras com subidas e descidas, em meio a plantações de eucaliptos exigirão técnica e habilidade das equipes.

Ao lado do experiente navegador Maykel Justo, o piloto Jorley Jr. (Equipe Joseense de Rali), tentará a vitória na categoria Pro Brasil. Em sua terceira participação na prova, segunda na pilotagem de um Sherpa MEM 4×4 3.0, ele parte otimista para o certame. “A expectativa é somar o maior número de pontos possíveis para que possamos alcançar a liderança do Campeonato, já que hoje nos encontramos na vice-liderança”, diz o piloto de São José dos Campos, que foi vice campeão da competição em 2014.

Categoria UTV

A prova atrai pilotos de diversas regiões brasileiras e nesta edição terá alguns estreantes como o piloto Edson Di Nole que corre na categoria UTV Marathon 850. “Venho invicto em primeiro lugar em todas as etapas do campeonato Brasileiro de Rally Baja (Rally de Barretos e Rally da Ilha), correndo a bordo de um Polaris RZR 800 S, pela equipe Nole Racing com preparação Motrchell. O principal objetivo será o de marcar o maior número de pontos no fim de semana para fortalecer nossa liderança”, destaca o piloto de 42 anos, natural de Sorocaba/SP.

Para os pilotos de Manaus (AM), José Djanir Cavalcanti Junior e Victor Simões (ambos com 41 anos), será a primeira disputa em provas com o UTV. “A expectativa é boa pois é a primeira prova da categoria que vamos participar com um modelo UTV e escolhemos o Cuesta. As nossas experiências anteriores foram no Cerapió (moto) e no Rally do Agreste (Carro).”, contou José Cavalcanti, da equipe Thrifty.

Já o paulista Vinícius Gomes, da equipe Radial Rally Team/BikeBox, fará sua segunda participação no evento com um veículo UTV Can-Am/Production. ” Acho que será uma prova com muitas lombas, porém com trecho rápidos”, ressalta o piloto que fará 37 anos nesta quinta-feira, 21 de maio.

Para confirmar uma vaga no Rally Cuesta Off-Road e no Rally Jalapão500 pode se inscrever no www.arenaenduro.com.br, onde também encontram-se mais informações dos eventos.

O 9º Rally Cuesta Off-Road é uma realização de Arena Promoções e Eventos. Tem patrocínio Cam-Am e apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu e secretarias. Supervisão da CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo, da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo, da FASP – Federação Paulista de Automobilismo e FPM – Federação Paulista de Motociclismo.

PROGRAMAÇÃO:

12/06 – Sexta feira
13h30 às 19h00 – Secretaria de Prova
Primar Plaza Hotel

14h00 às 18h00 – Ginásio de Esportes Mario Covas
Vistoria Motos , Quadris e UTV
Vistoria CBA: Carros e Caminhões
Local: Ginásio de Esportes Mario Covas
14h00 às 15h30 – Apresentação Protótipo-T1
- Apresentação Production-T2
- Apresentação Super Production e Pró Brasil
- Apresentação Caminhões
17h00 – Apresentação 2ª vistoria (com multa – 1 UP)
19h30 РBriefing e lan̤amento do Evento (Moto, Quadri e UTV) РPrimar Plaza Hotel (Jantar Opcional)
20h00 РBriefing e lan̤amento do Evento (Carros e Caminh̵es) РPrimar Plaza Hotel (Jantar Opcional)

13/06 – Sábado – 1ª Prova
7h00 às 8h30 – Secretaria de Prova (Primar Plaza Hotel)
7h00 às 8h00 – vistoria motos , quadris, utv (Ginásio de Esportes Mario Covas)
8h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio (Ginásio de Esportes Mário Covas).
8h30 – Largada 1ª Moto na especial.
9h00 – Largada 1º Carro no parque de apoio (Ginásio de Esportes Mário Covas).
9h30 – Largada 1º Carro na especial.
15h30 – Super Prime (Pista anexa ao Ginásio de Esportes Mário Covas)
19h30 – Briefing motos e quadris.- (Primar Plaza Hotel – Jantar opcional)
20h00 РBriefing Рcarros e caminh̵es Р(Primar Plaza Hotel РJantar opcional)

14/06 – Domingo – 2ª Prova
7h00 – Largada 1º Carro no parque de apoio (Ginásio de esportes Mário Covas).
7h30 – Largada 1º Carro na especial.
8h00 – Largada 1ª Moto no parque de apoio (Ginásio de esportes Mário Covas).
8h30 – Largada 1ª Moto na especial.
13h30 – Super Prime (Pista anexa ao Ginásio de Esportes Mario Covas)
16h00 РPremia̤̣o (Primar Plaza Hotel РAlmo̤o opcional)


Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM Com a tag , , , |

Rally Dakar apresenta mudanças para edição 2016

Roteiro elimina Chile e inclui Peru nas etapas da competição.
Fonte: Webventure

Crédito: Divulgação

Em abril de 2015, em Paris, os organizadores do Rally Dakar revelaram o esboço do percurso para a edição de 2016, que acontecerá na América do Sul. Sem passar pelo Chile, que tem sido afetado por trágicas inundações nas regiões que normalmente acolhem o rally, uma nova viagem pelo continente foi preparada para os concorrentes. O Peru irá fornecer aos especialistas em condução na areia a oportunidade de tirar proveito de suas habilidades sobre as dunas.

Confira:

Crédito: Divulgação

Publicado em CAN-AM, CAN-AM DAKAR Com a tag , , , , |

Rally Jalapão 500: inscrições estão abertas e será em julho

O evento entrará para a história do rali nacional.
Fonte: Sig Comunicação

Crédito: Divulgação

O Parque Estadual do Jalapão, no interior do Tocantins, entrará novamente para o calendário do rali brasileiro. Mas será o primeiro ano que a região turística irá receber o Rally Baja Jalapão 500, que acontece entre os dias 03 e 04 de julho, com secretaria, vistoria e briefing na sexta; prova e cerimônia de premiação no sábado. No dia 17 de junho haverá um briefing para competidores, imprensa, apoiadores em São Paulo, o local será definido em breve. As inscrições já encontram-se abertas no site oficial www.arenaenduro.com.br/Jalapao2015.

A prova será válida para a 4ª prova (7ª e 8ª etapas) das categorias Motos, Quadriciclos e UTV’s -, no Campeonato Brasileiro de Baja. Haverá também inscrições para a categoria Carros (Cross Country), mas sem contar pontos para o Campeonato Brasileiro. O roteiro terá um percurso de aproximadamente 600 quilômetros entre trecho cronometrado e deslocamentos.

“A decisão foi tomada em conjunto com os competidores durante a segunda etapa do ano em Ilha Comprida, para que a disputa fosse realizada em um único dia na modalidade Baja. Será uma prova inédita no país com percurso tão extenso, medindo técnica, resistência, habilidade e estratégia das equipes, e a prova valerá por 50 pontos do campeonato, já na modalidade Cross country a prova não contará pontos. Na sexta acontecerão as vistorias técnicas e administrativas e, no sábado, teremos a Especial mais longa e dura da temporada”, conta Henrique Arena, diretor de prova e organizador do Baja Jalapão 500.

A competição será no deserto do Jalapão, um dos principais palcos da disputa em alta velocidade, com muita poeira levantada pelos veículos que cortarão as estradas de terra, savanas, cerrado e as falésias do deserto tocantinense, o rali mostrará muito mais do que motores roncando e pilotos cortando trilhas do estado do Tocantins.

O Baja Jalapão 500 proporcionará belas paisagens, aventura e desafio e mostrará sua cara logo no início, colocando os pilotos a verdadeira prova de resistência e uma mudança na rotina das comunidades pelas quais as motos, quadriciclos, UTVs e os carros passarão acelerando.

Rally Cuesta Off Road

Antes de seguir para a prova inédita os competidores participam da terceira etapa do campeonato Brasileiro de Rally Baja, para as categorias Motos, quadriciclos, UTVs, e Rally Cross Country para Carros e Caminhões, na cidade de Botucatu, interior paulista. O Rally Cuesta Off Road acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de junho.

O Baja Jalapão500 é uma realização de Arena Promoções e Eventos, tem patrocínio Can-Am e Supervisão da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

Programação Rally Baja Jalapão 500:

17/06 РBriefing em Ṣo Paulo
Local: a definir

03/07 – Palmas (TO)
Local: Box – Praia da Graciosa
13h às 17h – Secretaria de prova
14h às 17h – Vistoria
18h – Briefing

04/07- Palmas (TO)
Local: Praia da Graciosa
5h30 – Largada
DI – 10 km
TE – 433 km
DF – 183 km
21h РPremia̤̣o

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2015 (CBM):

01 Etapa РRally de Barretos/SP Р07 e 08 de Mar̤o
02 Etapa – Rally Ilha Comprida/SP – 11 e 12 de Abril

03 Etapa – Rally Cuesta Off Road – Botucatu/SP – 13 e 14 de Junho
04 Etapa РRally do Jalap̣o 500 РTocantins/TO Р04 e 05 de Julho
05 Etapa – Rally Serra Azul- a definir – 12 e 13 de Setembro
06 Etapa – Rally Rota SC-Tijucas/SC – 03 e 04 de Outubro
07 Etapa – Rally Rota Sudeste – a definir – 07 e 08 de Novembro
08 Etapa – Rally dos Amigos/SP – 12 de Dezembro

Publicado em CAN-AM Com a tag , , |

Botucatu receberá novamente o Rally Cuesta Off-road

Evento chega à nona edição e será realizado entre os dias 13 e 14 de junho e inscrições estão abertas.
Fonte: Arena Enduro

Crédito: Idario Café

Consolidada como uma das principais provas de rali do país, o Rally Cuesta Off Road será realizado em Botucatu, SP, cidade já conhecida como Terra da Aventura. Com pouco mais de três meses, a tradicional competição começa a tomar forma e promete mais uma disputa de levantar muita poeira em dois dias de prova. Pelo nono ano consecutivo, a Serra da Cuesta será o cenário da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para carros, caminhões, motos, quadriciclos e UTvs, e 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja para motos, quadriciclos e UTVs.

As equipes terão pela frente um grande teste de resistência e habilidade. De acordo com a Arena Promoções e Eventos, o roteiro mesclará trechos rápidos e travados, com diversas curvas, travessia de rio, subidas e descidas, cascalho, pedras e lombadas. “Mais uma vez vamos trabalhar para realizar uma rali de alto nível técnico e de grande exigência, com diversidade de obstáculos”, conta o diretor de prova, Henrique Arena.

O 9º Rally Cuesta Off-Road é uma realização de Arena Promoções e Eventos. A competição conta com Patrocínio da Can-Am e com o apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu e secretarias. A supervisão é da CBA – Confederação Brasileiro de Automobilismo, da Confederação Brasileira de Automobilismo, CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e Fasp – Federação Paulista de Automobilismo.

Para mais informações acesse o site www.arenaenduro.com.br e acompanhe a etapa pelo facebook (Rally Cuesta Off Road).

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , |

Proteja-se para a trilha de quadri

Fonte: Quadriciclo Brasil

Crédito: Divulgação

Há alguns anos houve o “boom” na venda de quadriciclo, e isso fez com que o veículo, não tão popularizado até os anos 90, esteja presente cada vez foto 1A (4).JPGfoto 1A (4).JPGmais, principalmente em trilhas, praias e condomínios. O grande problema é que muitas pessoas pensam que o quadriciclo é bem menos perigoso que uma moto, por exemplo, e não tomam as precauções devidas. É essencial o uso de equipamentos de segurança, que são os mesmos utilizados pelos que praticam motocross: botas, luvas, calça, camisa de manga longa, joelheira, cotoveleira e, principalmente, o capacete.

Por que devo me proteger ao andar em quadriciclos?

Quando, por exemplo, o condutor está em uma alta velocidade, o quadriciclo não permite muitas opções. O equipamento de segurança é o que garante a integridade física do condutor, e é imprescindível o uso dele. O capacete protege a cabeça e é essencial, já que se trata de um tipo de veículo diferente do carro, ou seja, que não tem um revestimento externo. Batidas ou acidentes que envolvem traumas na cabeça podem ser fatais. Os outros equipamentos protegem o restante do corpo dos machucados, batidas, arranhões e cortes.

Qual é o custo médio desses equipamentos?

Bons capacetes podem ser encontrados em valores que variam desde os R$ 250 até os modelos mais caros, tudo depende do que o seu bolso permite. Já as roupas de segurança, como as camisas, variam entre R$ 30 e R$ 70, enquanto as calças que fazem parte do equipamento de segurança variam entre R$ 80 e R$ 400. Os óculos podem ser encontrados a partir de R$ 100, as luvas a partir de R$ 35, as joelheiras e cotoveleiras a partir de R$ 65, os coletes a partir de R$ 150, as botas a partir de R$ 250 e um sistema de hidratação pode ser instalado com preços que variam desde R$ 80.

Como os quadriciclos são utilizados em caminhos mais acidentados e escorregadios, o condutor precisa ter alguma experiência e dirigir em uma velocidade confortável. Além disso, dirigir em asfalto ou em qualquer outro terreno on-road aumenta-se o risco consideravelmente, pois o quadriciclo perde sua estabilidade. No entanto, sem o uso dos equipamentos de segurança individual, o risco dos acidentes é potencializado e os danos podem ser grandes, assim como nos acidentes que envolvem motocicletas. Guiar um quadriciclo parece mais fácil, porém, o equipamento de segurança é necessário, e o único que pode garantir a proteção.

Publicado em CAN-AM Com a tag , |