Disputas nos Carros, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally esquentam Rally Piocerá 2015

Segunda etapa da tradicional competição off-road de regularidade saiu de Pedro II (PI) rumo a Crateús (CE).
Fonte: Piocerá 2015

Crédito: Lucas Barroso

A edição 2015 do Rally Piocerá quer entrar para a história como a mais difícil dos últimos anos. Nesta quarta-feira (28), Carros, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally encararam o segundo dia com 235 quilômetros, que largou de Pedro II, no Piauí, com passagem pelo povoado Cajueiro, no município de Milton Brandão (PI). De lá, os competidores seguiram para Poranga (CE) até chegar em Crateús (CE).

A disputa nos Carros 4×4 está muito intensa. Desta vez, a vitória na Master ficou com a dupla José Augusto Neto e Wellington Rezende Junior, de Fortaleza (CE). Na etapa anterior, eles tiveram a mesma pontuação que os primeiros colocados, Fernando Souza e Roberto Spessatto, de Belo Horizonte (MG), que concluíram o segundo dia na terceira posição. Com isso, Neto e Junior assumiram a liderança da categoria, com 112 pontos, apenas dois à frente dos mineiros.

“A competição está bastante acirrada e seguirá assim até o fim. O dia teve muito balaio, médias altas, o que exigiram muita navegação e pilotagem. O nível do Piocerá deste ano está bem alto”, avalia Neto.

Nos Quadriciclos, quem venceu na Graduados foi o piloto do Maranhão, Artur Junior, que também está na frente da competição. Nos UTVs, Lucas Barroso e Vinicius Silva, de Fortaleza (CE), continuam em busca do bicampeonato. A dupla levou novamente na Graduados e lidera a classificação geral. Nas Motos Rally (motos que percorrem o trajeto dos carros), a vitória no segundo dia ficou com Carlos Rodrigues Junior, porém Philipe Melão segue em primeiro na categoria.

O próximo destino dos participantes dos Carros, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally será Quixadá (CE). Da largada na Praça da Estação, em Crateús (CE) até a Praça José de Barros, em Quixadá, serão 302 quilômetros de muita aventura nesta quinta-feira (29).

O Rally Piocerá 2015 tem patrocínio da Caixa Econômica e Postos Ipiranga; co-patrocínio Honda, Consórcio Nacional Honda, Houston, Governo do Estado do Piauí e Governo do Estado do Ceará; apoio da Prefeitura de Teresina, Michelin, Revista da Moto e Revista Speedway; colaboração do Teresina Shopping, Sebrae (PI), Prefeitura de Pedro II, Prefeitura de Crateús, Prefeitura de Quixadá, Prefeitura de Beberibe, Prefeitura de Poranga, Prefeitura de Independência, Polícia Rodoviária Federal, 25º BC e 40º BI – Exército Brasileiro; parceria das ações sociais com a Óptica Jockey, APAE, ADI Produções e Rallyteca; supervisão de FMP – FMC / CBM, FCA / CBA e FCP – FCC / CBC.

Resultados – 2º dia Rally Piocerá 2015

Carros 4×4 – Master (cinco primeiros)
1º José Augusto Neto / Wellington Junior #710 – Fortaleza (CE) – 56 pontos
2º Paulo Rogério Coelho / Cristovam Neto #709 – Fortaleza (CE) – 55 pontos
3º Fernando Souza / Roberto Spessato #714 – Belo Horizonte (MG) – 54 pontos
4º Fernando Lage / Gustavo Schimidt #701 – Belo Horizonte (MG) – 48 pontos
5º José Rufino Neto / Glauco Holanda #707 – Fortaleza (CE) – 47 pontos

Carros 4×4 – Graduado (cinco primeiros)
1º Rogério Oliveira / Paolo Mussalém #768 – São Luís (MA) – 72 pontos
2º Roberto Bontempo / Cristiano Serpa #723 – Rio de Janeiro (RJ) – 50 pontos
3º Nestor Magalhães / Leonardo Bezerra #735 – Fortaleza (CE) – 43 pontos
4º Alcedir Souza / Braulio da Silva #722 – Juiz de Fora (MG) – 40 pontos
5º Roberto Maciel / Juliana de Oliveira #733 – Juiz de Fora (MG) – 40 pontos

Carros 4×4 – Júnior (cinco primeiros)
1º Edmar Junior / Daniel Rodrigues #749 – Teresina (PI) – 63 pontos
2º Marcos Pessanha / Rhavy Pessanha #748 – Teresina (PI) – 61 pontos
3º Felipe Mesquita / Felippe Granja #756 – São Luís (MA) – 56 pontos
4º Bruno Martins / Jaqueline Martins #755 – Teresina (PI) – 56 pontos
5º André Macedo / Jorge Santana #758 – Recife (PE) – 55 pontos

Carros 4×4 – Turismo (cinco primeiros)
1º Marcus Silva / Américo Bezerra #771 – Fortaleza (CE) – 59 pontos
2º Marcio Botelho / Leandro Vieira #770 – Fortaleza (CE) – 54 pontos
3º Victor Borba / Plácido Ferreira #776 – Fortaleza (CE) – 54 pontos
4º William Barbalho / Gustavo Macau #766 – São Luís (MA) – 52 pontos
5º Alexandre Amaral Junior / Tiago Coelho #769 – Fortaleza (CE) – 48 pontos

Quadriciclos – Graduado (cinco primeiros)
1º Arthur de Carvalho Junior #301 – São Luís (MA) – 70 pontos
2º Wescley Dutra #312 – Fortaleza (CE) – 67 pontos
3º Pedro Teixeira Costa #305 – Barreiras (BA) – 55 pontos
4º Helio Pessoa Filho #311 – Fortaleza (CE) – 52 pontos
5º José Moura #309 – Eusébio (CE) – 48 pontos

Quadriciclos – Novato (cinco primeiros)
1º Francisco Pitombeira #319 – Bom Jesus (PI) – 70 pontos
2º José Ribamar Neto #318 – Fortaleza (CE) – 65 pontos
3º Manoel Gomes #317 – Apuiarés (CE) – 64 pontos
4º Eduardo Conceição #304 – Bacabal (MA) – 53 pontos
5º Oberdan Queiroz #316 – Quixadá (CE) – 47 pontos

UTVs – Graduado
1º Lucas Barroso / Vinicius Silva #602 – Fortaleza (CE) – 75 pontos
2º André Tozzi / Anibal Feijó #604 – Manaus (AM) – 62 pontos
3º Marcelo Gastaldi / Breno Ferreira – Manaus (AM) – 60 pontos
4º Silvio Brandão / Alex Peixoto – Palmas (TO) – 58 pontos

UTVs – Novato
1º Luciano Alencar / Aristofanes Brasileiro #613 – Quixadá (CE) – 72 pontos
2º Marcello Eickoff / Artur Sandri #614 – Balsas (MA) – 67 pontos
3º José Martins / Tairo Saraiva #612 – Quixadá (CE) – 60 pontos
4º Vilson Logrado / Eduardo Borges #615 – Balsas (MA) – 56 pontos
5º Francinildo Gurgel / Gabriel Gurgel #611 – Iguatu (CE) – 48 pontos

Motos Rally (cinco primeiros)
1º Carlos Rodrigues Jr – Teresina (PI) – 66 pontos
2º Peter Ferreira #131 – Teresina (PI) – 60 pontos
3º Philipe Melão #123 – Teresina (PI) – 55 pontos
4º Flavio Camara #134 – Recife (PE) – 49 pontos
5º José Eduardo Sena #139 – Paulo Afonso (BA) – 46 pontos

Resultados Acumulados – Rally Piocerá 2015 – após dois dias

Carros 4×4 – Master (cinco primeiros)
1º José Augusto Neto / Wellington Junior #710 – Fortaleza (CE) – 112 pontos
2º Fernando Souza / Roberto Spessato #714 – Belo Horizonte (MG) – 110 pontos
3º Renato Martins / Enedis Silva Junior #713 – Belo Horizonte (MG) – 98 pontos
4º José Rufino Neto / Glauco Holanda #707 – Fortaleza (CE) – 97 pontos
5º Fernando Lage / Gustavo Schimidt #701 – Belo Horizonte (MG) – 97 pontos

Carros 4×4 – Graduado (cinco primeiros)
1º Rogério Oliveira / Paolo Mussalém #768 – São Luís (MA) – 125 pontos
2º Roberto Bontempo / Cristiano Serpa #723 – Rio de Janeiro (RJ) – 105 pontos
3º Nestor Magalhães / Leonardo Bezerra #735 – Fortaleza (CE) – 94 pontos
4º Charles Rabelo / Renan Felix #736 – Fortaleza (CE) – 87 pontos
5º Alcedir Souza / Braulio da Silva #722 – Juiz de Fora (MG) – 77 pontos

Carros 4×4 – Júnior (cinco primeiros)
1º Marcos Pessanha / Rhavy Pessanha #748 – Teresina (PI) – 126 pontos
2º Bruno Martins / Jaqueline Martins #755 – Teresina (PI) – 118 pontos
3º André Macedo / Jorge Santana #758 – Recife (PE) – 114 pontos
4º Edmar Junior / Daniel Rodrigues #749 – Teresina (PI) – 107 pontos
5º Eli de Farias / Luan Duarte #757 – Recife (PE) – 102 pontos

Carros 4×4 – Turismo (cinco primeiros)
1º Marcio Botelho / Leandro Vieira #770 – Fortaleza (CE) – 117 pontos
2º Victor Borba / Plácido Ferreira #776 – Fortaleza (CE) – 113 pontos
3º Marcus Silva / Américo Bezerra #771 – Fortaleza (CE) – 98 pontos
4º Pedro Barbosa / Sirio da Silva #759 – Fortaleza (CE) – 88 pontos
5º William Barbalho / Gustavo Macau #766 – São Luís (MA) – 85 pontos

Quadriciclos – Graduado (cinco primeiros)
1º Arthur de Carvalho Junior #301 – São Luís (MA) – 128 pontos
2º Wescley Dutra #312 – Fortaleza (CE) – 125 pontos
3º Pedro Teixeira Costa #305 – Barreiras (BA) – 124 pontos
4º Antonio Matos Junior #308 – São Luís (MA) – 101 pontos
5º Italo Santiago #306 –  Fortaleza (CE) – 98 pontos

Quadriciclos – Novato (cinco primeiros)
1º Manoel Gomes #317 – Apuiarés (CE) – 134 pontos
2º Francisco Pitombeira #319 – Bom Jesus (PI) – 129 pontos
3º José Ribamar Neto #318 – Fortaleza (CE) – 123 pontos
4º Eduardo Conceição #304 – Bacabal (MA) – 100 pontos
5º Diego Macedo #320 – Bacabal (MA) – 92 pontos

UTVs – Graduado
1º Lucas Barroso / Vinicius Silva #602 – Fortaleza (CE) – 150 pontos
2º André Tozzi / Anibal Feijó #604 – Manaus (AM) – 124 pontos
3º Silvio Brandão / Alex Peixoto – Palmas (TO) – 118 pontos
4º Marcelo Gastaldi / Breno Ferreira – Manaus (AM) – 118 pontos

UTVs – Novato
1º Luciano Alencar / Aristofanes Brasileiro #613 – Quixadá (CE) – 147 pontos
2º José Martins / Tairo Saraiva #612 – Quixadá (CE) – 126 pontos
3º Marcello Eickoff / Artur Sandri #614 – Balsas (MA) – 67 pontos
4º Vilson Logrado / Eduardo Borges #615 – Balsas (MA) – 56 pontos
5º Francinildo Gurgel / Gabriel Gurgel #611 – Iguatu (CE) – 48 pontos

Motos Rally (cinco primeiros)
1º Philipe Melão #123 – Teresina (PI) – 125 pontos
2º Peter Ferreira #131 – Teresina (PI) – 112 pontos
3º João Bandeira Neto #137 – Tersina (PI) – 107 pontos
4º José Eduardo Sena #139 – Paulo Afonso (BA) – 106 pontos
5º Carlos Rodrigues Jr #126 – Teresina (PI) – 88 pontos

Programação Rally Piocerá 2015

Roteiro Motos, Carros 4×4, Quadriciclos e UTVs:

Dia 1 (27/01)
Locais: Teresina (PI) a Pedro II (PI)
Motos: 292 km
Carros 4×4, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally: 301 km

Dia 2 (28/01)
Locais: Pedro II (PI) a Crateús (CE)
Motos: 171 km
Carros 4×4, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally: 235 km

Dia 3 (29/01)
Locais: Crateús (CE) a Quixadá (CE)
Motos: 319 km
Carros 4×4, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally: 302 km

Dia 4 (30/01)
Locais: Quixadá (CE) a Beberibe (CE)
Motos: 251 km
Carros 4×4, Quadriciclos, UTVs e Motos Rally: 220 km

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , |

CAN-AM no Rally Piocerá

A 28ª edição do Rally Piocerá segue até o dia 30 de janeiro de 2015. Neste ano, o trajeto sai de Teresina, no Piauí, com destino a Beberibe, no Ceará, cidade próxima a capital Fortaleza. Serão quatro dias de competição que passará também por Pedro II (PI), Crateús (CE) e Quixadá (CE).
Fonte: CBM РConfedera̤̣o Brasileira de Motociclismo

Foto: Divulgação

O evento é reconhecido como uma das principais provas off-road de regularidade das Américas e a única que reúne várias modalidades como motos, quadriciclos, UTVs, carros 4×4 e bikes. Mais de 500 participantes, de 21 estados mais o Distrito Federal, estão inscritos para encarar essa aventura. Ao todo, serão percorridos mais de 1.000 quilômetros. Foram elaborados três diferentes percursos: um exclusivo e desafiador para as motos, outro para carros, quadriciclos, UTVs e a subcategoria motos rally, além de um terceiro para as bicicletas, com trajeto menor, de mais de 200 quilômetros.

O Rally Piocerá abrirá oficialmente o campeonato brasileiro de Enduro Regularidade. Os cinco primeiros colocados de cada categoria recebem troféus e o campeão ganhará a inscrição para o Rally Cerapió 2016. Todos os inscritos levarão para casa medalhas de honra ao mérito.

Estrutura do evento
A competição conta com uma megaestrutura, com equipe técnica especializada. Para garantir o bom desempenho e qualidade do evento, que tem mais de duas décadas de sucesso, o Rally Piocerá atende os participantes com secretaria de prova; equipe de cenografia; carro abre e fecha trilha; equipe médica com resgate médico, UTI móvel e ambulâncias; sistema de apuração eletrônica, sistema integrado de comunicação, além de assessoria de imprensa e equipe de filmagem.

Ações sociais
Muito mais que um rali, o Piocerá reúne esporte radical e responsabilidade social. A cada ano, a competição passa por diversas localidades: pequenas cidades, vilas e povoados, onde deixa ações que, com certeza, farão diferença na vida das pessoas. Para 2015, será mantida a campanha de arrecadação de cestas básicas que serão doadas para a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Teresina). Outro projeto é o “De olho na trilha”, em parceria com a Ótica Jockey, que consiste em consultas oftalmológicas com distribuição de óculos e medicamentos às comunidades carentes. Criado com o objetivo de arrecadar livros e distribuí-los nas escolas públicas dos municípios que recebem a competição off-road, o projeto “Rallyteca” destinará cerca de 10 mil livros às instituições de ensino, em parceria promovida com empresários de São Paulo.

Roteiro turístico
Falar de Rally Piocerá é falar também de muitas paisagens. Os competidores têm a oportunidade de passar por trilhas e locais repletos de belezas naturais.  No Piauí, destaque para o pequeno e importante litoral, além das serras e chapadas. O Rio Parnaíba conta com um grandioso delta com mais de 90 ilhas e os parques guardam patrimônios arqueológicos, o que atrai milhares de turistas todos os anos. Destino certo de visitantes nacionais e internacionais, o estado do Ceará reúne mais de 500 km de praias. Serras, sertão e um povo hospitaleiro são as riquezas e atrativos do local, que o Piocerá explora a cada edição.

Conheça um pouco mais de cada cidade-sede do Rally Piocerá 2015:
Teresina (PI) – Com povo caloroso e hospitaleiro, Teresina é uma cidade grande que vai além das dimensões físicas. Localizada entre os rios Poty e Parnaíba – que se encontram na zona norte da cidade e seguem juntos para o mar – o local ficou também conhecido como a Mesopotâmia do Nordeste. Batizada pelo escritor Coelho Neto como Cidade Verde, Teresina sabe acolher os visitantes, entre eles, os participantes do Rally Piocerá.

Pedro II (PI) - Situada na Serra dos Matões, a 208 quilômetros de Teresina, Pedro II é cercado de natureza. Destaque para o Morro do Gritador, cânion com cerca de 280 metros a uma altitude de 730 metros acima do nível do mar; Cachoeira do Salto Liso, com águas frias e cristalinas; Olho d’água Buritizinho, entre outros. Pedro II é o único lugar do mundo que tem minas de opalas, um tipo e pedra, a céu aberto. O artesanato local, com tecelagem de redes e tapetes, encanta os visitantes.

Crateús (CE) - Por abrigar uma representativa parte da caatinga no sertão de Crateús, a Reserva Particular do Patrimônio Natural Serra das Almas, mantida pela Associação Caatinga, é reconhecida pela Unesco como Posto Avançado da Reserva da Biosfera. São 6.146 hectares de área protegida que resguardam três nascentes e espécies ameaçadas de extinção. Outra beleza de Crateús é o cânion do Rio Poti situado na Serra de Ibiapaba, local de paisagem indescritível que tem relevo, flora e fauna que precisam ser preservados. Uma curiosidade é que a cidade pertencia ao estado do Piauí, porém em 1880 foi entregue ao Ceará em troca da área que é hoje o litoral do Piauí.

Quixadá (CE) - O município é um dos mais bonitos e exóticos do interior do Ceará. A boa receptividade junto com os atrativos naturais, históricos e religiosos são os ingredientes para o turismo na cidade. Localizado no importante ecossistema semiárido do Nordeste, suas formações rochosas apresentam características singulares. Monólitos, montanhas, trilhas ecológicas, uma exuberante fauna e flora da caatinga, também conhecida como “mata branca”. Quixadá é conhecida também como um dos melhores lugares para a prária de voo livre.

Beberibe (CE) - Situada a 79 quilômetros de Fortaleza, Beberibe tem o litoral mais disputado da costa leste do Ceará. Com uma biodiversidade privilegiada, cheia de dunas, falésias, coqueirais, mar de águas límpidas e mornas, fontes naturais e uma rica vegetação, o local é cenário para gravação de filmes, comerciais, programas de TV e novelas. O passeio de buggy pelas praias de Morro Branco e Praia das Fontes é uma das atrações da cidade, além do turismo de aventura com o kitesurf, na praia de Uruaú.

Números de 2014
- 1.000 km de percurso de muita aventura e adrenalina, na região Nordeste;
- 21 Estados brasileiros, além do Distrito Federal;
- Mais de 45 mil pessoas prestigiam o evento nas cidades envolvidas no roteiro;
- Mais de 500 participantes desafiam as trilhas da região;
- Mais de 1.000 pessoas envolvidas na caravana do evento;
- Mais de 350 passagens aéreas utilizadas pelos participantes e organização;
- Mais de 60.000 litros de combustível consumidos durante o evento;
- Mais de 5.000 leitos são utilizados na rede hoteleira das cidades envolvidas;
- Mais de 15.000 refeições consumidas no período do evento;
- Mais de 150 matérias publicadas em grandes jornais;
- Mais de 30 jornalistas convidados fazem a cobertura da prova;
- Mais de 30 Matérias em revistas especializadas publicadas antes e depois do evento;
- Mais de 450 publicações na internet e cobertura on-line pelos principais websites;
- Mais de 4.700 vídeos publicados no YouTube, com mais de 5 milhões de visualizações;
- Mais de 1.300 mil acessos no site oficial entre janeiro de 2013 a fevereiro de 2014;
- Mais de 2.500 seguidores na fanpage do Facebook, com mais de 3.200 curtidas;
- Mais de 1.000 seguidores no Instagram e mais de 3.600 curtidas;
- Mais de 40 reportagens em TVs e rádios, que impactam mais de 90 milhões de pessoas;
- Mais de R$ 6 milhões de retorno em mídia espontânea

O Rally Piocerá tem patrocínio da Caixa Econômica e Postos Ipiranga; co-patrocínio Honda, Houston, Governo do Estado do Piauí e Governo do Estado do Ceará; apoio da Prefeitura de Teresina, Michelin, Revista da Moto e Revista Speedway; colaboração do Teresina Shopping, Sebrae (PI), Prefeitura de Pedro II, Prefeitura de Crateús, Prefeitura de Quixadá, Prefeitura de Beberibe, Prefeitura de Poranga, Prefeitura de Independência, Polícia Rodoviária Federal, 25º BC e 40º BI – Exército Brasileiro; parceria das ações sociais com a Óptica Jockey, APAE, ADI Produções e Rallyteca; supervisão de FMP – FMC / CBM, FCA / CBA e FCP – FCC / CBC.

Programação completa

Dia 25/01/2015 – Domingo:  Estacionamento externo Teresina Shopping
(Av. Raul Lopes, s/n- Noivos, Teresina – PI)
Credenciamento e Vistoria Técnica: 09h00 às 21h00
Show Equipe Força e Ação: 19h00

Dia 26/01/2015 – Segunda-feira: Estacionamento externo Teresina Shopping
Credenciamento e Vistoria Técnica: 08h00 às 13h00
Briefing Técnico: (Sala de Cinema 04-Teresina Shopping)
09h00 às 09h30 - Bikes
10h00 às 10h30 - Motos
11h00 às 11h30 – Carros 4×4, UTVs, Quadriciclos e Motos Rally

Show Ipiranga FMX: 19h00
Largada promocional: 19h30

1º DIA – 27/01/2015 – Terça-feira: Teresina/Pedro II-PI
Largada Oficial: Ponte Estaiada (Avenida Raul Lopes s/n Teresina-PI)
07h00 – Categoria: Motos
07h30 – Categoria: Motos Rally, Quadriciclos, UTVs e Carros 4×4
15h00 – Chegada: Praça Domingo Mourão Filho (Centro, S/N- Pedro II-PI)

(BIKES): TERESINA-ALTOS-PI
08h00 – Largada da Ponte Estaiada na Avenida Raul Lopes s/n Teresina-PI
12h00 – Chegada será no Posto Santo Antônio em Altos-PI

BRIEFING: PEDRO II/PII (Bikes, Motos, Quadriciclos, UTVS e carros)
Local - Centro Paroquial: Rua Bertoliano Filho N° 467
19h30 - Bikes
20h00 - Motos
20h40 – Carros 4×4, UTVs, Quadriciclos e Motos Rally

2º DIA – 28/01/2015 – Quarta-feira: Pedro II-PI/Crateús-CE
Largada: Praça Domingos Mourão Filho
08h00 – Categoria: Motos
08h30 – Categoria: Motos Rally, Quadriciclos, Utvs e Carros 4×4
13h25 – Chegada: Praça da Estação na Rua Francisco Sá, s/n.Centro – Crateús-CE

(BIKES): CIRCUITO EM PEDRO II-PI
Largada às 08h00 – Praça Domingo Mourão Filho
Chegada às 13h00 – Praça Domingos Mourão Filho

BRIEFING: CRATEÚS/CE (Motos, Carros, Quadriciclos e UTVS)
Local – Teatro Rosa de Moraes (Rua Francisco Sá, S/N Centro)
20h00 – Motos
20h40 – Carros 4×4, UTVs, Quadriciclos e Motos Rally

BRIEFING: QUIXERAMOBIM /CE (EXCLUSIVO P/BIKES)
20h00 – Local – LICEU (Av.Dr. Joaquim Fernandes n° 95 Centro)

3º DIA – 29/01/2015 – Quinta-feira: Crateús/Quixadá-CE
Largada Oficial: Praça da Estação na Rua São Francisco Sá, s/n
07h00 – Categoria: Motos
07h30 – Categoria: Motos Rally, Quadriciclos, UTVs e Carros 4×4
15h00 – Chegada: Praça José de Barros (Av. Plácido Castelo)

(BIKES) – QUIXERAMOBIM /QUIXADÁ-CE
08h00 – Largada do Marco Zero (Centro Geográfico do Ceará)
Praça Antonio Dias Ferreira em Quixeramobim-CE
13h00 – Chegada  na Praça José de Barros em Quixadá-CE

BRIEFING: QUIXADÁ/CE
Local – Hotel Vale das Pedras
(Avenida Jesus Maria José, 2010 Jardim dos Monólitos)
20h00 - Motos
20h40 – Carros 4×4, UTVs, Quadriciclos e Motos Rally

BRIEFING: BEBERIBE/CE (EXCLUSIVO P/ BIKES)
20h00 – Local – Escola Técnica Estadual Pedro de Queiroz Lima
(Av.Omar Peixoto, s/n, Sítio Bom Jardim) – Beberibe-CE)

4º DIA – 30/01/2015 – Sexta-feira): Quixadá/Beberibe-CE
Largada Oficial: Polo de Laser (Posto MM/Ipiranga)
08h00 – Categoria: Motos
08h30 – Categoria: Motos Rally, Quadriciclos, UTVs e Carros 4×4
14h00 – Chegada: Praça da  Matriz (Rua Sagrado Coração de Jesus)

(BIKES): CIRCUITO EM BEBERIBE-CE
Largada às 08h00 – Praça da  Matriz (Rua Sagrado Coração de Jesus)
Chegada às 14h00 – Praça da  Matriz (Rua Sagrado Coração de Jesus)

FESTA DE PREMIAÇÃO – HOTEL PARQUE DAS FONTES
(Av. Coronel Antônio Teixeira Filho, S/N Praia das Fontes - Beberibe-CE)
20h00 – FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO
21h00 – ENTREGA DOS RESULTADOS
22h00 – PREMIAÇÃO AOS CAMPEÕS

*assessoria do evento

Publicado em CAN-AM Com a tag , , , , , , |

CAN-AM no DAKAR 2015 – Resumo final

CAN-AM celebra nova vitória no Rally Dakar!
Texto: Mariano Iannaccone

Sebastián Palma por PACO foto agencia

Sebastián Palma, da equipe Tamarugal, obteve com o CAN-AM Renegade seu segundo triunfo no Dakar, dentro da categoria Quadris 4×4. O domínio da CAN-AM na 37ª edição do famoso rali completou-se com o segundo lugar, do brasileiro André Suguita e o terceiro, de Ricardo Vinet, ambos assistidos pela equipe Mazzucco Dakar Team. Também conseguiram atingir a reta de chegada com seus Renegades o argentino Pablo Bustamante (Team Cid de la Paz), o colombiano Christian Cajica Pinto (Mazzucco Dakar Team) e a chilena Paula Gálvez (Team Foton).

Final do Dakar 2015 e nova vitória para a CAN-AM na categoria Quadris 4×4. A bordo do Renegade preparado e assistido pela equipe Tamarugal, Sebastián Palma conseguiu sua segunda vitória nesta categoria. O piloto que representa a cidade chilena de Los Ángeles já havia ganhado em 2013, quando a prova largou de Lima e terminou em Santiago, a capital de seu país. Agora, Palma entrou triunfante em Buenos Aires, onde uma multidão o aplaudiu quando foi apresentado no Pódio de Tecnópolis como vencedor de sua categoria.

“Realmente, estou muito contente; foi um Dakar muto duro e difícil. Meu CAN-AM funcionou muito bem. Algumas etapas foram claramente favoráveis para nós, em função das qualidades do Renegade; sua incrível tração não para de me surpreender! Quero agradecer à equipo Tamarugal e cada um dos meus mecânicos, pelo grande trabalho, dia após dia, para que pudéssemos estar aqui  festejando esta vitória”, disse na cerimônia de premiação Palma, que foi “top ten” absoluto dos quadriciclos em seis etapas (praticamente, 50% da competição). Na general, foi o sétimo colocado, de 45 pilotos que iniciaram a corrida.

Suguita y Vinet, digníssimas escoltas

Andre Suguita por Avê Koizumi

Uma brilhante estreia no Dakar teve André Suguita, um dos cinco brasileiros que fizeram parte da edição de 2015. Pilotando um CAN-AM Renegade que foi assistido pela equipe Mazzucco Dakar Team, o carioca foi se adaptando e entendendo perfeitamente de que se trata a competição mais dura do mundo; da 44ª colocação ao final do primeiro dia de prova, André ficou entre os 10 primeiros colocados na general de Quadris, a três etapas da final, chegando em segundo lugar, na Classe 2 (Quadris 4×4).

“É um grande resultado para mim, em minha primeira participação no Dakar. Meu Renegade funcionou perfeitamente; se comportou muito bem em todos os tipos de terrenos. Agradeço a equipo Mazzucco pela atenção em cada jornada e especialmente a meu pai (77 anos), que me acompanhou nesta aventura”, expressou Suguita.

"Titi" Vinet por PACO foto agencia

Enquanto isso, Ricardo Vinet levou ao pódio de Quadris 4×4 a a bandeira de sua terra, Arica, Chile. Em sua segunda participação na legendária competição, “Tití” se mostrou experiente desde o começo; no meio da corrida, já se encontrava em um fantástico quarto lugar absoluto entre os quadriciclos. Esteve em 4 etapas entre os “top ten” e, finalmente, chegou a Buenos Aires em terceiro lugar de Quadris 4×4, e 11° na classificação geral.

“Se não fosse pelos pneus furados e pelo frio que me abalou em Uyuni, eu poderia ter lutado pela vitória na minha categoria. De qualquer forma, estou conformado; contei com um CAN-AM Renegade que foi muito robusto e sempre bem atendido pela equipe de Daniel Mazzucco. Foi um grande Dakar e já penso na edição de 2016”, manifestou Vinet.

Paula Gálvez, uma dama de ferro

Paula Gálvez por PACO foto agencia

A primeira mulher chilena a correr enter os quadriciclos elegeu a CAN-AM. Fisicamente miúda (pesa 43 kg), porém muito bem treinada e com força suficiente para encarar o Dakar, Paula Gálvez se tornou favorita para muita gente, ao longo das semanas de prova. Do último lugar, em que finalizou no primeiro dia, até o 18° absoluto em que terminou, Paula fez um trabalho claramente ascendente.

“Obrigada a todos pelo apoio e pela força que me transmitiram durante toda a competição. Não tive maiores problemas com meu CAN-AM Renegade; é um quadriciclo perfeito para todo tipo de terrenos. Para uma mulher, é ideal para sentir-se segura”, comentou Paula, que contou com a assistência da equipe Foton, de seu país.

Também alcançaram a linha de chegada com CAN-AM o marplatense Pablo Bustamante, único argentino que completou a prova em Quadris 4×4 e assistido pela equipe de seu compatriota Pablo Cid de la Paz; e o estreante Christian Cajica, de 31 anos cujo Renegade levou seu pai e tio da Colombia até Buenos Aires para a largada, e de volta, após o Pódio. Em cada acampamento (bivouac), o Renegade de Christian foi atendido também pela equipe Mazzucco Dakar Team, cuja direção técnica esteve a cargo do argentino Pablo Manero.

Publicado em CAN-AM, CAN-AM DAKAR Com a tag , , , |

Rally Piocerá – Campeão dos UTVs pronto para a disputa

Lucas Barroso defende título da categoria com o Can-Am Maverick; Largada será neste domingo, em Teresina (PI).
Fonte: Mundo Press

Foto: Gustavo Epifanio

Atual campeão dos UTVs, o cearense Lucas Barroso está pronto para o início do Rally Piocerá, neste domingo em Teresina, Piauí. O piloto conta com o navegador Vinícius Ragazzo e pretende repetir o feito a bordo do Can-Am Maverick pela categoria Graduado. A chegada do evento de regularidade será no próximo dia 30 em Beberibe, no Ceará, após mais de mil quilômetros de desafios.

O trajeto inclui terrenos variados e passa ainda pelas cidades de Pedro II (PI), Crateús (CE) e Quixadá (CE). O Rally Piocerá, que nos anos pares é chamado de Cerapió, está na sua 28ª edição. “Haverá um pouco de tudo: trechos secos e com poeira, dunas, serra e pedras. A expectativa é grande para a largada”, disse Barroso.

“A prova será longa e cansativa, mas bastante prazerosa e bem organizada. Espero passar por todos os desafios e terminar da melhor forma”, continuou. De um ano para o outro, o piloto da equipe Can-Am ganhou mais experiência e responsabilidade. “Eu era coadjuvante no ano passado e agora defendo o título. Há mais pressão em torno da nossa participação, mas estou tranquilo para acelerar”, concluiu Lucas Barroso.

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , |

CAN-AM no DAKAR 2015 – André Suguita faz história com o Renegade

Primeiro brasileiro a completar a prova entre os quadriciclos, estreante é Top 10 na categoria e vice-campeão da classe 4×4.
Fonte: Mundo Press

Brasileiro André Suguita entra para a história do Rally Dakar com o Can-Am Renegade. Crédito: Divulgação

André Suguita entrou para a história como o primeiro brasileiro a completar o Rally Dakar a bordo de um quadriciclo, com o Can-Am Renegade. Estreante no maior rali do mundo, o piloto cruzou a linha de chegada neste sábado, em Buenos Aires, capital argentina, e ainda colheu resultados mais do que expressivos. De acordo com o ranking extra-oficial, ele conquistou o décimo lugar na classificação geral da categoria, além do vice-campeonato da classe para quadris 4×4.

“Foi um desafio muito mais difícil do que eu poderia imaginar. Nunca tive a ambição de fazer um bom resultado no Dakar, mas sim de viver as experiências e completar a prova, e não desisti até o último instante. Estou muito feliz e tive forte apoio da família e dos amigos, além da minha equipe de apoio, que não poderia ter sido melhor. Sem eles eu não teria chegado até aqui”, declarou o paulistano Suguita, 34 anos, que aproveitou as férias do trabalho no mercado financeiro para encarar a aventura.

O Rally Dakar teve início no último dia 4, também em Buenos Aires, e incluiu mais de nove mil quilômetros, entre trechos cronometrados (especiais) e deslocamentos. O trajeto também passou pela Bolívia e pelo Chile, e outra grata surpresa do brasileiro foi o desempenho do quadriciclo. “O Dakar foi a minha primeira experiência com o Can-Am Renegade e certamente não teria completado sem ele. Fui surpreendido com o alto nível de dificuldade da prova e o quadriciclo ajudou muito nos momentos em que me faltaram a experiência e a técnica. Passei por dunas de 300, 400 metros, o que era algo inédito para mim, e o Renegade fez toda a diferença. Estou muito feliz pela escolha”, continuou Suguita.

A categoria para quadriciclos teve 48 inscritos, sendo que apenas 18 completaram o desafio. “Houve momentos em que eu me perguntava ‘O que estou fazendo aqui? Onde eu me meti?`, mas os problemas foram sendo solucionados e tive como estratégia adotar uma tocada mais suave. Muitos foram ficando pelo caminho, e percebi que no Dakar a única certeza é de que o dia nunca será da forma como você imaginou. Não há nada igual a cruzar a linha de chegada, é algo que não tem preço”, concluiu o piloto. O campeão geral dos quadris foi o polonês Rafal Sonik.

Can-Am domina classe 4×4 – O Can-Am Renegade manteve domínio na classe para quadriciclos 4×4, com vitória do chileno Sebástian Palma (sétimo colocado na geral). Suguita confirmou o vice-campeonato, seguido por Ricardo Vinet (Chile), Pablo Bustamante (Argentina), Christian Cajica (Colômbia) e Paula Galvez, primeira mulher a representar o Chile entre os quadris. Todos competiram a bordo da máquina da Can-Am, que mais uma vez mostrou confiança e durabilidade.

Resultados Finais – Rally Dakar (extra-oficiais)
Quadriciclos
1 – SONIK (POL) – 57:18:39
2 – GONZALEZ FERIOLI (ARG) – 60:13:29
3 – NOSIGLIA (BOL) – 61:01:35
4 – SANABRIA GALEANO (PRY) – 61:27:36
5 – DECLERCK (FRA) – 63:07:19
7 – PALMA (CHL) – 67:48:53 – Can-Am Renegade
10 – SUGUITA (BRA) – 79:39:53 – Can-Am Renegade

Quadriciclos – Classe 2 /4×4 (extra-oficial)
1 – PALMA (CHL) – 67:48:53 – Can-Am Renegade
2 – SUGUITA (BRA) – 79:39:53 – Can-Am Renegade
3 – VINET (CHL) – 83:42:31 – Can-Am Renegade
4 – BUSTAMANTE (ARG) – 93:17:48 – Can-Am Renegade
5 – CAJICA PINTO (COL) – 99:55:50 – Can-Am Renegade
6 – GALVEZ (CHL) – 109:40:41 – Can-Am Renegade

Publicado em CAN-AM, CAN-AM DAKAR Com a tag , , , |

CAN-AM no DAKAR 2015: Brasileiro na disputa com nosso Renegade

Conheça Andre Suguita, o único brasileiro a disputar o maior rali do mundo, com seu quadriciclo CAN-AM Renegade.
Fonte: Webventure

Andre Suguita disputa o DAKAR 2015 com seu CAN-AM Renegade. Foto: Ave Koizumi

O Brasil tem história no Dakar com os irmãos De Azevedo nos caminhões e motos, além de Guilherme Spinelli nas quatro rodas. Porém, nos quadris apenas um brasileiro largou nas especiais do Dakar até hoje, e isso foi em 2009, com Carlo Collet.

Seis anos depois, Andre Suguita orgulhosamente representará as cores da bandeira brasileira na categoria e pode se tornar o primeiro canarinho a completar uma edição. :)

Sua paixão pela corrida começou há dez anos, época em que o Dakar era um sonho distante para alguém de 34 anos que atuava no mercado financeiro. Após o nascimento de sua filha, a oportunidade de conquistar seu próprio Everest veio esse ano. Enquanto sua esposa não toma coragem para ver de perto seu heroico marido nas dunas da América do Sul, Andre terá uma companhia mais do que especial: seu pai de 77 anos, um dos seus maiores apoiadores.

“Comecei em 2004 como Amador e depois de assistir ao Dakar fiquei interessado e comecei a comprar DVDs dos irmãos Azevedo. O Dakar continua como um Everest para todo piloto de quadri e minha grande meta era conquistá-lo. Mas antes, queria correr provas locais e fiz seis edições do Sertões, antes de juntar dinheiro e tempo para me dedicar ao Dakar”, comenta Andre. “A meta é ser o primeiro brasileiro a completar. O resultado é secundário, mas um top 10 seria um bônus”, completa.

Boa sorte, Suguita!!! A gente tá na torcida!!! #VaiCanAm ;)

Publicado em CAN-AM DAKAR Com a tag , , |

CAN-AM no DAKAR 2015

Desde 1º de janeiro, as equipes CAN-AM que participam desta edição do RALLY DAKAR, pelas classes Quads 4×4 e Autos T3.3 (UTVs), já vivem todas emoções do maior rali do planeta.
Por: Mariano Iannaccone

Foto: Ave Koizumi

Buenos Aires, 1° de janeiro de 2015

Em plena celebração do Ano Novo, a capital argentina comemora o início do DAKAR 2015. O lendário rally largou da Plaza de Mayo, aos pés da Casa Rosada, palácio presidencial do país, no sábado 6 de janeiro e, desde o primeiro dia do ano, os pilotos e veículos CAN-AM começaram a se apresentar nas verificações administrativas e técnicas oficiais.

Enquanto isso, todos os quadris CAN-AM Renegade e o UTV Can-Am Maverick participantes são submetidos à revisão completa pelos oficiais técnicos da FIA, que fiscalizam a prova.

FEBRE AMARELA

Na 37ª edição do DAKAR, e 7ª na América do Sul, estão competidores CAN-AM em duas categorias: Quadriciclos e Automóveis (UTVs). Dentro dos Quadris, a CAN-AM defende o título da categoria 4×4, conquistada em 2014 por Daniel Mazzucco em seu Renegade 800. Mazzuco, um notável esportista de 49 anos, de Córdoba, Argentina, tem o objetivo de somar seu quarto título na corrida mais difícil do planeta, uma vez que já havia vencido também em 2011 e 2012, sempre sobre um CAN-AM.

Mazzucco Dakar Team 2015 - Foto: Paco

Esta é a sua 6ª participação no evento, sob o nº 263. Mazzuco ainda dirige a sua própria equipe, que também presta assistência técnica a outros 6 pilotos com Renegade: o colombiano Christian Cajica (287), o chileno Ricardo Vinet (277), os argentinos Eugenio Favre (284) e Lucas Innocente (279); o uruguayo Javier Fernández (285); e o brasileiro André Suguita (295).

Cajica estreia e também é o primeiro piloto de seu país a competir pelos quadris no DAKAR. Vinet é de Arica e encara o lendário rali pela 2ª vez; em 2013 conseguiu chegar à final realizando o sonho de passar pela sua terra durante a corrida.

Favre enfrenta também sua segunda passagem no DAKAR, que já havia completado em janeiro de 2014, ao chegar em segundo na categoria 4×4 com CAN-AM! Innocente terá sua “prova de fogo” no desafio mais extremo do mundo; mas tem espírito e garra; representa Corrientes, terra de valentes guerreiros na Mesopotamia argentina.

De Montevidéu, Fernández vem com a meta de chegar pela primeira vez, após duas importantes tentativas, em 2011 e 2014.

E Suguita, um dos cinco brasileiros neste DAKAR, que espera garantir o seu lugar na história do evento, ao lado de Carlo Collet, que foi o primeiro piloto brasileiro a correr na categoria para Quadriciclos. :)

PALMAS PARA PALMA

Foto: Divulgação DAKAR 2013

Um dos melhores resultados da CAN-AM na história do DAKAR Sulamericano foi a vitória absoluta conquistada por Sebastián Palma com o Renegade, durante a edição de 2013, que uniu Lima a Santiago. O piloto chileno venceu até mesmo o então favorito, Marcos Patronelli, e impôs seu Renegade 800 sobre o Yamaha Raptor do argentino que estava em sua sétima jornada, metade da carreira. Tal ação foi retribuída e ratificada com o quinto lugar geral absoluto final e primeiro dentro dos Quads 4×4, seguido por outro Renegade, do argentino Claudio Cavigliasso, do time de Mazzucco. Em 2015, Palma, de Villa del Mar, está pronto para buscar mais louros no DAKAR, com o número 257 em seu CAN-AM, assistido pela Tamarugal XC Rally Team.

QUATRO X QUATRO

Em outras equipes, aparecem mais 4 pilotos com quadriciclos CAN-AM: os peruanos José Salaberry (297) e Enrique Alonso (292); o argentino Pablo Bustamante (290) e o espanhol José Luis Espinosa (271). Salaberry e Alonso vêm de ótimas atuações com CAN-AM no Desafío del Inca, evento preparatório para o DAKAR, disputado em seu país. Depois do sucesso preliminar, reforçaram sua estrutura, que agora se chama Team Can-Am Perú, e inauguraram sua participação no DAKAR.

Bustamante, um autêntico “homem de ferro” com 15 triatlos em seu currículo, largou em 2014; porém na quinta etapa, uma das mais difíceis no ano passado, teve que abandonar; agora, volta focado para chegar a Buenos Aires em 17 de janeiro. Agora o espanhol de Madrid, ex-campeão mundial de Bajas da FIM, voltou a Argentina e está mais preparado que nunca.

AS DAMAS, PRIMEIRO

Foto: Divulgação DAKAR 2015

CAN-AM conta com uma mulher nos Quadriciclos desta 37ª edição do DAKAR. Trata-se de Paula Gálvez, a primeira mulher chilena a participar da categoria. Professora de educação física, Paula chega em excelente forma ao evento mais exigente dos esportes a motor. Fã confessa do catariano Nasser Al-Attiyah, a quem qualifica como um esportista muito completo. Gálvez compete com o número 299 em seu Renegade e conta com a assistência do Team Foton.

CAN-AM nos Autos

VOLTA DO MAVERICK

Após a magnífica demonstração de confiabilidade e resistência do produto, em sua estreia ano passado, com o russo Pavel Loginov e seu navegador Igor Petenko, o CAN-AM Maverick tinha que estar no DAKAR 2015. Em Valparaíso, a dupla russa celebrou o primeiro pódio do produto da CAN-AM, em sua estreia no DAKAR. E o Maverick está de volta: na direção do veículo recreacional com alma racing, fabricado pela BRP, está agora o chileno Enzo Cordana. O piloto de Iquique, que acaba de ser premiado como o melhor desportista de sua região em 2014, sabe bem de quê se trata esta prova e se preparou com o Team oficial CAN-AM Chile, dirigido por Rodrigo Ramírez, para cumprir um grande papel. Iquique, que superou os efeitos do terremoto que sofreu ano passado e agora será sede do DAKAR, durante nada menos que quatro dias, tem em Cordana um exemplo dessa força de superação; Enzo se encoraja com os desertos, montanhas e planícies competindo sozinho (sem navegador) no Maverick, com o número 439, e está inscrito na classe que agrupa os buggys leves.

SOBRE O DAKAR 2015

O DAKAR 2015 unirá Argentina, Chile e Bolivia, através de um percurso total de quase 10.000 quilômetros. Serão 13 etapas (trechos cronometrados) e pela primeira vez haverá rotas do tipo maratona (sem assistência) para todas as categorias. Também pela primeira vez, haverá dias de descanso separados: motos e quadriciclos em 10 de janeiro em Iquique; automóveis e caminhões, 12 de janeiro, na mesma cidade.

Estão inscritos 665 competidores, de 53 nações. No total foram registrados 414 veículos, dos quais 164 são motos, 48 quadriciclos (recorde), 138 autos e 64 caminhões.

Publicado em CAN-AM DAKAR Com a tag , , , , |

Sergipe fecha calendário 2014 do Can-Am Adventure Tours

Passeio para quadriciclos e UTVs está marcado para este sábado, em Itabaiana (SE).
Fonte: Mundo Press

Foto: Ricardo Legnari

A cidade de Itabaiana, no Sergipe, fecha o calendário de eventos do Can-Am Adventure Tours em 2014. O passeio direcionado a proprietários de quadriciclos e UTVs de todas as marcas será realizado neste sábado, com direito a belas paisagens da Serra de Itabaiana e parada para banho no Poço das Moças, grandes atrativos turísticos da região.

Durante toda a trilha, o grupo terá segurança garantida por meio da equipe de apoio formada pelos monitores da Can-Am. “Serão quatro horas de passeio, com visuais totalmente diferentes dos arredores de Aracaju”, comentou Matheus Cerqueira, da Sport Jet, concessionária dos produtos BRP e organizadora local do evento. A capital sergipana fica a 54 quilômetros de Itabaiana. “Ao contrário de Aracaju, a cidade tem bastante pedra e montanha, além dos rios e cachoeiras. O Estado todo oferece locais incríveis para andar de quadris e UTVs”, continuou.

A realização do Can-Am Adventure Tours gerou expectativas nos sergipanos. “Há um grande burburinho em Itabaiana, que é uma cidade do interior de muito destaque. O passeio de sábado terá pausa para banho no Poço das Moças, onde iremos organizar uma subida pela Serra de Itabaiana, que é puxada, mas extremamente bonita. Haverá paisagens incríveis, com almoço na programação”, concluiu Cerqueira.

O ponto de encontro do evento na cidade será a Praça General João Pereira, a partir das 8h, com partida para a trilha às 9h30. Os interessados devem entrar em contato com a equipe da Sport Jet no telefone (79) 3255-4122. O Can-Am Adventure Tours solicita a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis por participante, os quais são encaminhados a entidades assistenciais. As etapas contam com a organização da ATV Adventure, sendo que o uso dos equipamentos de proteção e o cumprimento das normas de segurança são primordiais.

Publicado em BRP CAN-AM ADVENTURE TOURS, CAN-AM ADVENTURE TOURS BRASIL SPIRIT Com a tag , , , , , , , |

Quadris e UTVs levam brinquedos e Papai Noel às crianças de Londrina

“Trilha Solidária” movimenta cidade paranaense neste sábado com festa de Natal na AME, instituição que atende 180 jovens carentes.
Fonte: Mundo Press

O Papai Noel das crianças da AME de Londrina (PR) virá mais cedo e a bordo do UTV Can-Am Maverick MAX. A “Trilha Solidária”, marcada para as 10h deste sábado, reúne ainda os quadriciclos da região para entregar mais de 200 brinquedos aos 180 jovens carentes atendidos pela instituição. A festa de Natal também inclui sorteio de cestas básicas, com salgados, doces e muita solidariedade.

O ponto de partida será no Posto Star Swiss na Avenida Higienópolis, número 2685, rumo à sede da AME (Associação Mãos Estendidas). O trajeto inclui oito quilômetros pela região central de Londrina e o grupo será escoltado pela polícia ambiental da cidade. As máquinas off-road prometem chamar atenção pelas ruas, principalmente o UTV que levará o Papai Noel e as caixas de som com músicas natalinas.

“Esta será a primeira vez que realizamos a ação de Natal”, comentou Glauco Bordignon, da Náutica Gold Fish, organizadora do evento e concessionária dos produtos BRP, o que inclui os quadris e UTVs da Can-Am. “Escolhemos a AME porque é uma instituição séria, com histórico importante na região. Eles ficaram muito felizes com a ideia, inédita por lá, e muitas crianças que ficariam sem presentes nesta época irão receber”, continuou.

Os brinquedos foram arrecadados por meio de doações dos membros e familiares do Quadri Clube de Londrina. O envolvimento foi grande, tanto que o Papai Noel da festa será o presidente do clube, Gerson Marek. “Criamos boletos para os associados e eles contribuíram, assim pudemos viabilizar a compra dos brinquedos e a festa de Natal. Todas as crianças da AME receberão presentes, que são bolas, bonecas e kits de maquiagem. A satisfação é grande, porque quando cada um faz um pouco conseguimos ajudar quem precisa”, concluiu Bordignon.

Publicado em CAN-AM, Can-Am Maverick Com a tag , , , , |

Rodrigo Varela é campeão dos UTVs no Sertões Series

Piloto conquista o título e o vice-campeonato do Brasileiro de Rally Baja a bordo do Can-Am Maverick.
Fonte: Mundo Press

Deninho Casarini - Foto by Nelson Santos

Rodrigo Varela conquistou neste sábado o título dos UTVs no Sertões Series 2014, que teve fim com o Rally dos Amigos, em Avaré (SP). A bordo do Can-Am Maverick, o piloto confirmou ainda o vice-campeonato do Brasileiro de Rally Baja, seguido por Deninho Casarini e Gilberto Mayorga. A equipe Can-Am também comemorou por antecipação o título nacional de Baja da classe dos quadriciclos, com Gabriel Varela e seu Renegade.

Marcado por muita chuva, o Rally dos Amigos testou pilotos e máquinas no interior paulista. “Foi uma prova difícil, o terreno virou um verdadeiro sabão”, contou Rodrigo Varela, que finalizou o dia como o terceiro colocado dos UTVs.

“O Brasileiro de Baja foi um campeonato excelente. A categoria teve no ano passado média de 20 pilotos e em 2014 chegou a 48 UTVs no grid. Para quem gosta de velocidade, a classe é um parque de diversões e promete muito para 2015”, explicou.

Rodrigo Varela destacou ainda a importância de vencer o Sertões Series, que também incluiu disputas no Rally dos Sertões. “O título foi definido nos quilômetros finais e certamente é muito importante para a minha carreira”, concluiu o piloto paulista.

#VaiCanAm

Publicado em CAN-AM, Rally Cross Country Com a tag , , , , , , , , , , |